Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pedra no sapatinho

Pedra no sapatinho

A ordem de algumas vidas(:

DSCN6673.JPG

 

Trago comigo, lições de tempos passados

Continuo a cometer erros, tão errantes como a certeza de não os ter

Sonho ainda acordada, como se amanha nada fizesse sentido

Arrasto sem medo, sabendo que da incerteza, não resta o nada  

Afago as magoas, com uma réstia de coisa nenhuma

Não me decidi, se choro compulsivamente, ou contagio com as minhas sonoras gargalhadas

Cambaleio entre suspiros e calma perturbadora

"Amarro o burro", ou desestabilizo o ser mais impenetrável 

São as incertezas, as mais certas razoes 

Circulamos pelo lado que nos convém, sem atropelos 

As farpas atiradas á fogueira, ardem e são reduzidas a cinzas

Desperdiçamos gestos e atitudes, corremos atrás sem saber, do quê, nem porquê

São os audazes, que ficam na linha de partida

Valorizamos quem não conhecemos, e esperamos ser surpreendidos

Parece complicado, mas é mais simples do que imaginamos

A  vida não tem a ordem que deveria ter, num instante todos os planos podem sucumbir

O hoje deve ser vivido com intensidade, porque o amanha pode não chegar

TENTEM SER FELIZES!!!